X


All Veja tudo Whistler – Canadá por Aline Sousa

Whistler – Canadá por Aline Sousa

Whistler está a cerca de 125km de Vancouver tornando fácil o acesso por ônibus ou aluguel de carro.  Se a grana estiver curta escolas de inglês de Vancouver fazem excursões de um dia por um preço bem atrativo.

A região possui uma população fixa de pouco menos de dez mil habitantes e recebe anualmente cerca de 2 milhões de visitantes.

Além de canadenses o vilarejo recebe visitas de turistas do mundo todo para prática de esportes, pois possui a mais longa pista de esqui do Canadá, tirolesas, bungee jumping e outras modalidades de esportes que podem ser praticados até mesmo no verão, como mountain bike e rafting.

Foi sede das Olimpíadas de Inverno em 2010, o que melhorou ainda mais sua infraestrutura. Seu vilarejo tem casas e construções baixas, hotéis e condomínios com uma moderna infraestrutura, lojas com produtos entre lembrancinhas do Canadá e dos Jogos de Inverno, agasalhos e acessórios para o frio, licores, vinhos, aluguel e compra de equipamento para esportes na neve. Tudo para deixar o passeio ainda mais atraente.

Para quem nunca esquiou o vilarejo possui profissionais para aulas de esqui ou snowboard.

Ao lado de Whistler existe outra montanha apta para esportes, a Blackcomb. As duas estão a uma distância de 50 metros e seu acesso é feito através de modernas gôndolas. Você pode adquirir o ticket e optar por uma das duas na subida ou trocar de montanha no topo de qualquer uma delas sem pagar mais nada, esse sistema é chamado de Peak 2 Peak, que como o nome diz conecta o dois topos. Assim é possível usufruir de todo o complexo o dia todo para praticar esportes ou simplesmente conhecer.

Apesar de ter muitas pistas de esqui as montanhas são bem sinalizadas e indicam o grau de dificuldade de cada uma e a temperatura encontrada o que me deixou tranquila para praticar esqui pela primeira vez.

Se for esquiar pela primeira vez evite (para sua segurança) as pistas de grande dificuldade na alta temporada, mas não deixe de espiar. Acredite, é impressionante a velocidade que os profissionais do esporte atingem nessas pistas.

Se a fome bater não é preciso descer a montanha, no topo de cada uma delas existem também restaurantes climatizados e locais para compra de acessórios para o frio. Fazer uma parada para um chocolate quente também é uma boa pedida.

E não deixe de apreciar o pôr do sol, no alto das montanhas a vista é mais que privilegiada.

Ao entardecer volte para o hotel e se prepare para a noite de Whistler que é super badalada com restaurantes de diversos estilos, pubs e noitadas para todas as idades.

Aline

Por:  Aline Sousa
http://www.decoraline.com.br/

 

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>